Dia mundial do coração 29/09 – 7 dicas para cuidar bem do seu

Uma das maiores alegrias do casal de primeiro filho é ouvir o coração do seu bebê batendo num exame de ultrassonografia. Isto se dá após 21 dias. E, assim, ele continuará até os últimos momentos de vida, mesmo que o cérebro não esteja mais funcionando.

Por se um órgão único, mas constituído de quatro estruturas básicas: circulação, atividade elétrica, as câmaras e as válvulas (é claro do músculo), precisamos cuidar muito bem dele. São 7% de brasileiros que tem doenças cardíacas, dos quais 380 mil pessoas morrem anualmente. A triste taxa de uma morte a cada 40 segundos.

Como mudar isso? Com prevenção. E como prevenir?

 

Veja 7 dicas básicas que você e eu, todos nós, podemos e devemos fazer para reduzir esta triste estatística.

 

1- Combater o estresse que causa a hipertensão e obstrui as artérias do coração. Ouça música pelo menos 30 minutos ao dia, já que este ato se equipara a reação de uma gargalhada ou ao fazer atividades físicas.

 

2- Reduza o consumo de carnes no geral, principalmente a carne vermelha, pois apresenta uma quantidade maior de colesterol. Lembre-se que 100 gramas de contrafilé grelhado com gordura contêm 144 mg de colesterol e sem gordura, 102 mg.

 

3- Modere o consumo do açúcar e do sal. Já que a ingestão de açúcar também pode afetar as taxas de lipídios. E quanto ao sal, o brasileiro consume 12 gramas dia, quando o recomendado seria 6 gramas.

 

4- Invista na vitamina D e exposição ao sol. Pois 20% dos casos de hipertensão em mulheres estão associados ao descontrole dos níveis da pressão arterial em decorrência da falta de vitamina D. A vitamina D é encontrada na manteiga, gema de ovo, fígado, e principalmente na luz solar. Recomenda-se a exposição ao sol por cerca de 15 minutos por dia.

 

5- Tenha um sono reparador. Observar que 40% dos indivíduos hipertensos sofrem também de apneia obstrutiva do sono. A qualidade do sono prejudicado crescem os riscos de acidentes, por conta da sonolência e de ataques cardíacos em função do estresse.

 

6- Beba vinho em pequenas doses e veja a possibilidade de adaptar-se à dieta mediterrânea. O resveratrol, um tipo de substância antioxidante presente nas uvas, protegem o coração contra o envelhecimento e reduzem os níveis de colesterol ruim, o LDL, enquanto a dieta mediterrânea tem no baixo consumo de carne vermelha, grande ingestão de frutas, cereais e nozes, o alto consumo de peixes, o consumo moderado de vinho e o azeite de oliva. Além disso, os peixes contêm ômega 3, reconhecido como um nutriente cardioprotetor.

 

7- Use fio dental. Além de manter uma boa higiene oral evitar gengivas infectadas, pois estas podem ser um fator de risco para desenvolver problemas no coração.

 

Saúde!

Compartilhar: