Como evitar a temível Síndrome do Pôr do Sol?

Quantas vezes você já parou para ver o pôr do sol? Imagino que muitas. É lindo, não é? Já a Síndrome do Pôr do Sol é terrível. De 20 a 50% dos doentes com Alzheimer irão passar por ela em algum momento e jamais você esquecerá.

Além de todas as alterações da doença, especialmente da memória, haverá exacerbação da confusão mental, maior agitação psicomotora, extrema ansiedade, agravamento da desorientação, muitos gritos altos e repetidos, constante inquietação, vontade de sair de casa – não importando se escuro, perigoso, chuvoso -, comportamentos agressivos e irritabilidade. Isso tudo torna extremamente angustiante ver seu ente querido nesta situação.

Como evitar isso? Veja abaixo.

A síndrome acontece devido ao trato errado por parte do cuidador, ou um barulho e luminosidade mais intensa, inadequado relacionamento com filhos, ou mesmo doente com sensação de desorientação além do habitual. Nem sempre é possível identificar a causa, mas na maioria da vezes surge entre o final do dia até ao deitar-se, entre 16h e 19h. Para evitá-la:

1- Evite barulho por volta deste horário na residência e o número de pessoas circulantes. Mantenha por perto objetos pessoais, fotos dos familiares, é importante criar um ambiente acolhedor.

2- Acenda todas as luzes da casa desde o final da tarde, sem esperar que a noite chegue, feche as cortinas ou persianas para diminuir as sombras e sempre mantenha uma luz fraca acesa à noite até por volta das 22h.

3- Ocupe seu idoso com atividades que consumam energia no período da manhã, com atividades físicas em horários pré-estabelecidos. Hidroginástica (ajuda a retardar atrofias musculares e dores), pilates e caminhada são algumas opções.

4- O idoso deve ter sempre um horário habitual para acordar, para higiene e para refeições do dia, sem alterações bruscas.

5- Atividades artísticas como pintura e desenho, seja o idoso sozinho ou com poucas pessoas, mas sem barulho, também ajuda. Jogos também estimulam a memória.

6- Os cochilos, quando inevitáveis, devem durar no máximo 30 minutos para não atrapalhar o sono à noite.

Uma vez instalada, o mais importante manter a calma e estar com os medicamentos em dia e explicar que tudo isso vai passar.

Veja mais informações neste vídeo:

Love photo created by pressfoto – www.freepik.com

Compartilhar: