Nunca esqueci de um paciente que atendi na década de oitenta para retirar um tumor no esôfago e estômago. Após a cirurgia, ele me agradeceu e disse que após 8 meses, finalmente conseguiria comer. 

Na terceira idade, a boa alimentação dos idosos pode ser sua responsabilidade. O estômago está alterado pelo processo de envelhecimento, diminuição do tamanho e da digestão, e acentuam as gastrites, úlceras, náuseas, vômitos, distensão abdominal e dor. Tudo isso pode levar à desnutrição, anemia, diminuição da resistência e infecções, que são situações desagradáveis e muitas vezes graves. 

Além de muita paciência, as dicas abaixo te ajudarão a cuidar do estômago de seu ente querido idoso. 

1- Alimentação: idosos têm mudanças de hábitos e preferem alimentos industrializados, pobres em fibras e poucos legumes, folhas e frutas. É importante, aos poucos, mudar esses hábitos. Observe o que come no café, almoço e jantar, bem como a quantidade e a frequência. 

2- Líquidos: o idoso também pode não querer beber muita água. Além de hidratação, beber água evita constipação intestinal. Chá e suco contam como líquidos. A dica é comprar uma garrafa de 2 L e uma caneca de alumínio de 200 ml, e criar no idoso o costume de beber água ao longo do dia. Dois litros são o padrão. Só evite que ele beba antes de dormir, para diminuir as idas noturnas ao banheiro. 

3- Banheiro: não é comum perguntar ao papai ou mamãe quantas vezes estão indo ao banheiro, o tempo que demoram, se conseguiram fazer e se fezes estão endurecidas ou amolecidas. Comece a observar o tamanho da barriga, se expelem gases frequentemente e se há manchas nas cuecas ou calcinhas. É recorrente idosos que chegam a ficar sem evacuar por cinco, sete, dez dias, o que os levam ao hospital para lavagem intestinal, tendo que se submeter à anestesia, e possibilidade de infecção e até perfuração intestinal. 

4- Médico: a prevenção é o melhor caminho. Assim é fundamental consulta 2 vezes ao ano no gastroenterologista e realizar alguns exames como endoscopia digestiva. Diagnóstico e tratamento precoce curam. 

Seu papel de filho é fundamental na constante vigilância da saúde de seus idosos.  

Aprenda no vídeo abaixo sobre cuidados com o intestino do idoso. 

Woman photo created by gpointstudio – www.freepik.com

Compartilhar: